Contratação Coletiva de Trabalho renovada para 2023

A Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) e os Sindicatos dos Profissionais das Indústrias de Alimentação e Bebidas de Angra do Heroísmo e dos Profissionais de Transportes, Turismo e Outros Serviços de Angra do Heroísmo, acordaram no dia 05 de Dezembro de 2022, a contratação coletiva de trabalho para 2023, dos Contratos Coletivos de Trabalho já existentes, respeitantes aos sectores de: Panificação; Motoristas, Metalúrgicos e Metalo-Mecânicos; Hotelaria e Similares; e sector das Carnes, sendo que relativamente a este último unifica-se num único documento os dois setores que estavam em dois contratos coletivos de trabalho – indústria de carnes de aves e comércio e indústria de carnes. Relativamente a estes setores de atividades procedeu-se à atualização salarial das categorias profissionais, partindo de uma base de 800€, e progredindo nos valores para os níveis salariais mais elevados, voltando assim a recuperar a valorização profissional das categoriais, essencial em contratação coletiva de trabalho.
Destaca-se ainda a negociação de um novo Contrato Coletivo de Trabalho para o setor do Escritório e Comércio, com o Sindicato dos Profissionais de Transportes, Turismo e Outros Serviços de Angra do Heroísmo, negociação essa que estava a ser conduzida há mais de 1 ano, e que contou com um trabalho exaustivo e contributos da Comissão Sectorial de Comércio e dos associados da CCAH. Este contrato coletivo de trabalho passa a regulamentar novamente este setor, que estava sem contratação coletiva desde o início de 2019, após a cessação do anterior CCT.

Este trabalho de negociação de contratação coletiva levada a cabo pela CCAH e pelos Sindicatos referidos pautou-se pelo respeito mútuo, seriedade, ética profissional e boa-fé que devem existir sempre no decorrer de uma negociação contratual. É um processo que se pautou por cedências mútuas, assegurando os interesses e direitos dos trabalhadores, essenciais para o sucesso de qualquer empresa, garantindo a viabilidade económica do nosso tecido empresarial, que é composto essencialmente por micro e pequenas empresas.

Congratulamo-nos com a atitude construtiva e positiva de todas as partes envolvidas neste processo, que irá abranger mais de mil trabalhadores.