Turismo cresceu em Fevereiro 198,7% em relação ao mesmo mês do ano passado

O sector do alojamento turístico registou 1,2 milhões de hóspedes e 2,9 milhões de dormidas em Fevereiro de 2022, correspondendo a aumentos de 507,% e 527,1%, respectivamente, superiores aos registados em Janeiro passado, +182,3% e +185,0%, pela mesma ordem.


Os níveis atingidos em Fevereiro de 2022 foram, no entanto, inferiores aos observados em Fevereiro de 2020, quando ainda não havia efeitos da pandemia, com reduções de 21,2% nos hóspedes e 23,1% nas dormidas.


Em Fevereiro, o mercado interno contribuiu com 1,2 milhões de dormidas e os mercados externos totalizaram 1,8 milhões. Face a Fevereiro de 2020, registaram-se diminuições quer nas dormidas de residentes (-11,1%), quer nas de não residentes (-29,2%). Em Fevereiro, 36% dos estabelecimentos de alojamento turístico em Portugal estiveram encerrados ou não registaram movimento de hóspedes (41,6% em Janeiro).


Em Fevereiro, registaram-se aumentos das dormidas em todas as regiões. A Área Metropolitana de Lisboa concentrou 29,2% das dormidas, seguindo-se o Algarve (20,3%), o Norte (18,1%) e Madeira (13,5%).


Em Fevereiro deste ano registaram-se 79,9 mil dormidas nos Açores, um crescimento de 236,9% em relação a Fevereiro de 2021. O número de dormidas de residentes no segundo mês do ano foi de 57,7 mil, o que equivale a um aumento de 170,8% em relação a Fevereiro de 2021. Foram 22,2 mil dormidas de estrangeiros registas em Fevereiro na Região, o que representa um aumento de 870,7% em relação a Fevereiro de 2021.


Comparando com o mês de Fevereiro de 2020, todas a regiões apresentaram diminuição do número de dormidas, com realce para a evolução no Algarve (-29,3%), Açores e Madeira (-26,5% em ambas).


Relativamente às dormidas de residentes, a Madeira foi a única a registar aumento do número de dormidas (+17,8%), sendo de realçar o decréscimo no Algarve (-20,7%).


Em termos de dormidas de não residentes, verificaram-se diminuições superiores a 20% em todas as regiões, sendo mais notórias nos Açores (-45,4%) e Centro (-35,8%).


No segundo mês do ano, a estada média nos estabelecimentos de alojamento turístico (2,35 noites) aumentou 3,3% (+1% em Janeiro). A estada média nos Açores foi de 2,56%, o que representa um crescimento de 10,2%.


A estada média dos residentes (1,72 noites) decresceu 8,9% e a dos não residentes (3,09 noites) diminuiu 30,6%.

Fonte: Correio dos Açores